fbpx Skip to main content

16 dicas incríveis para curtir o verão da melhor forma!

Cuidando da pele durante o ano com ações preventivas e fazendo tratamentos necessários com a chegada do verão, sua pele estará preparada e bonita para ser exibida em qualquer lugar.
Confira aqui 16 dicas incríveis para curtir o verão da melhor forma!

Ah o verão! Momento em que muitos tiram uns dias para curtir o mar, piscina e principalmente o sol. Esquecem que a beleza e o tratamento da pele, cabelos e unhas é algo que se constrói o ano todo. Você sabia que o sol é responsável por 80% do envelhecimento da pele?
Pois é, saiba que, cuidando da pele durante o ano com ações preventivas e fazendo tratamentos necessários com a chegada do verão, sua pele estará preparada e bonita para ser exibida em qualquer lugar.

Confira aqui 16 dicas incríveis para curtir o verão da melhor forma!

Pele

• Aposte nos hidratantes em gel para o corpo e na água termal para o rosto. Ele hidrata e deixa a pele sequinha.

• Use protetor solar todos os dias, no mínimo fator 30. E adquira um para o rosto e outro para o corpo pois cada fórmula é feita especialmente para a área do corpo onde deve ser usada.

• Falando em protetor: retocá-lo a cada duas horas no rosto e 3 no corpo inteiro ou quantas vezes for indicado na embalagem é imprescindível, ok?

• Antes de se maquiar, hidrate sua pele com um produto leve, como um hidratante em gel ou água termal. É sério, é esse passo que evita a oleosidade excessiva;

• Sua pele resseca DEMAIS no verão, assim, hidrate-a com gel refrescante ou faça cubos de gelo com chá de camomila e envolva-os em um pano. Aplique no rosto e no corpo para refrescar a pele; especialmente após um dia de sol na praia ou na piscina.

• Falando em protetor: retocá-lo a cada duas horas no rosto e 3 no corpo inteiro ou quantas vezes for indicado na embalagem é imprescindível, ok?

• Antes de se maquiar, hidrate sua pele com um produto leve, como um hidratante em gel ou água termal. É sério, é esse passo que evita a oleosidade excessiva;

• Sua pele resseca DEMAIS no verão, assim, hidrate-a com gel refrescante ou faça cubos de gelo com chá de camomila e envolva-os em um pano. Aplique no rosto e no corpo para refrescar a pele; especialmente após um dia de sol na praia ou na piscina.

Cabelo

• Use um chapéu. O couro cabeludo também precisa de proteção e também queima e descama tanto quanto a pele.

• Se você foi a piscina e praia com mais frequência nestes dias, hidrate seus cabelos e principalmente as pontas;

• Filtro solar nas madeixas? Chama leave-in. Têm alguns baratinhos para você usar que são ÓTIMOS;

• Sempre que puder, prenda o cabelo em um coque alto e evite expor seus fios ao cloro presente na água da piscina.

• Deixe seu cabelo respirar: deixe a chapinha e o secador de lado pelo menos alguns dias enquanto estiver lá.

Unha

• Aquela marquinha marota de chinelo nos pés não fica legal, né? Assim, aplique protetor solar nos pés e nos dedos.

• Ao calçar sapatos mais fechados, use talcos para pés para evitar o mau cheiro.

• Não deixe seus pés úmidos por muito tempo, consequentemente você evita o aparecimento de fungos.

• Para tirar a pele “morta”, faça apenas uma esfoliação. Lixar a pele é considerada uma agressão e assim isso acaba tornando seu calcanhar ainda mais grosso.

• Os pés tendem a inchar no calor, assim, evite calçados com tiras apertadas, eles agradecem.

• Evite permanecer em locais fechados e sem ventilação, a proliferação de fungos e bactérias é muito maior.

Gostou? Compartilhe com suas amigas e receba várias dicas em primeira mão assinando nossa newsletter logo abaixo. 😉

Receita de Gelatina com Sachets

Esta receita é rica em proteína, ajuda a deixar seu corpo mais firme e sua pele mais jovem e proporciona aquela sensação de saciedade real e duradoura!

Ingredientes
6g de gelatina sem sabor
200ml de água em temperatura ambiente
1 sachê de maçã de Sachets Beleza & Bem-Estar

Modo de Preparo:
Dilua o sachet em 100ml de água 
Aqueça
Acrescente a gelatina e mexa até ferver
Aguarde 1 minutinho
Junte os dois recipientes a sua escolha e coloque na geladeira por 90 minutos!
Retire e aproveite Sachets!

Rejuvenescimento aos 40: 12 cuidados com a pele para começar hoje!

Chegou ou já está na casa dos 40 e procura rejuvenescimento da pele? Que ótimo! Vamos elencar os principais cuidados com sua pele e que você pode começar hoje mesmo para aproveitar melhor ainda essa fase! Confira!

Seriam os 40 os novos 30? Ainda não se sabe, mas cuidados e procedimentos estéticos para quem busca o rejuvenescimento da pele não faltam para que toda a mulher consiga atrasar – mesmo que seja pouco- o envelhecimento de sua pele.

Esse envelhecimento, infelizmente, é inevitável e vários fatores causam o aparecimento de rugas e linhas de expressão: poluição, fumo, sedentarismo, redução da produção de colágeno no corpo, estresse e, principalmente, a exposição solar sem proteção, uma vez que os radicais livres que estão presentes nestas situações causam prejuízos à saúde dos tecidos. Pensando nisso, vamos elencar os principais cuidados com sua pele e que você pode começar hoje mesmo!

1 . Faça esfoliação com frequência

A esfoliação é responsável pela eliminação de células mortas e desobstrução dos poros. Sendo assim, com os produtos corretos e uma massagem muito feita com a ponta dos dedos, esse tratamento é capaz de estimular a produção de colágeno, eliminar algumas manchas superficiais e amenizar um pouco as linhas de expressão.

Intervalo ideal para esfoliação em busca do rejuvenescimento de pele:

  • Peles normais: 1 vez por semana
  • Pele oleosa: no máximo 2 vezes por semana.
  • Pele seca: 15 em 15 dias

2. Protetor solar é o seu mais novo melhor amigo!

Os raios o UVA E UVB podem acelerar e muito a degradação de colágeno da sua pele, sem contar que aos 40 anos de idade com a produção de colágeno reduzida, o aparecimento de manchas, rugas e o ressecamento, são percebidos em muito menos tempo. 
Desta forma, mesmo em tempo chuvoso ou nublado, aplique o produto pela manhã e retoque sempre que puder.

Rejuvenescimento de pele aos 40
Rejuvenescimento de pele aos 40 é possível!

3. Manchas da pele podem ser resolvidas com vitaminas!

Ações do tempo e do sol causam manchas na pele que muitas das vezes são difíceis de tirar, certo? Para isso recomenda-se a ingestão desses nutrientes mais precisamente as vitaminas C e E.  Segundo dermatologistas, as vitaminas clareiam as manchas e podem combater os efeitos do foto envelhecimento causado pela exposição ao sol. Além disso estimulam a produção de colágeno mantendo a pele firme com menos rugas.

Para conhecer o suplemento vitamínico com o melhor colágeno hidrolisado clique aqui.

4 . Um creme para a área dos olhos…porque não?

Aos 40 anos, algumas pessoas já começam a perceber uma certa :”elasticidade” na região das pálpebras (ao passar maquiagem é mais fácil de perceber), assim, essa área tende a declinar um pouco deixando o olhar um pouco “pesado”.  Assim, invista naquele santo creme para área de olhos, que hidratarão sua pele e melhorarão as áreas mais importantes do seu rosto.

rejuvenescimento de pele
Um creme para a área dos olhos…porque não?

5. Saiba dosar frequência do uso dos produtos.

Não adianta colocar uma quantidade enorme de produto no rosto esperando que os efeitos sejam mais rápidos, isso não existe e pode até causar irritação e descamação excessiva na pele, podendo aparecer até queimaduras. Obedeça a quantidade e a intervalo de uso dos produtos e veja como isso trará aquele resultado. Um tratamento correto deve ser contínuo para que os efeitos sejam prolongados, assim, nada de gastar seu tempo e muito menos seu dinheiro, ok?

6. Lave o rosto todos os dias e faça uma limpeza de pele profunda mensalmente

Graças a poluição, estamos a mercê de vários problemas e nosso rosto não está livre, certo? Sendo assim, lave seu rosto sempre que chegar em casa e SEMPRE retire a maquiagem se tiver. Sobre a limpeza de pele, ela desintoxica superficial e profundamente sua pele, facilitando a saída de microrganismos prejudiciais à saúde dos tecidos, além de remover células mortas e diminuir oleosidade da sua pele.

7. Não se deixe levar pela propaganda

Promessas e mais promessas, todos os dias novos produtos são lançados no mercado que prometem milagres da noite para o dia. Não caia nessa e fique atenta, pois alguns deles não possuem os componentes ou concentrações necessárias para tratar a pele numa determinada faixa etária. Leia o rótulo e confira se a quantidade está correta para a sua necessidade.

Exemplo: sabendo que Sachets, possui a quantidade mínima necessária para a suplementação diária, abaixo vamos colocar a tabela nutricional de um sachê da linha Sachets Beleza e Bem-Estar, para que possa conferir e se atentar nas próximas vezes.

Fonte: https://www.sachets.com.br/beleza-bem-estar/colageno-hidrolisado-em-po-330g-multivitaminas-e-minerais-maracuja

Rejuvenescimento de pele aos 40

Não se deixe levar pela propaganda

8. Durma com máscara facial ou creme noturno

Porque não? Dizem que entre a meia-noite e as duas da manhã, que as células da pele se revitalizam. Por isso, porque não estar na cama, neste horário, já com seu creme aplicado? Você só ganha com isso! 😊

9. Reposição de colágeno imediatamente!

O colágeno participa da constituição da nossa pele (cerca de 75%), e a partir dos 30 anos seu corpo reduz drasticamente a produção de colágeno. Para se ter uma ideia, a queda de produção do colágeno em seu corpo, traz consequências inevitáveis como: surgimento de rugas e de linhas de expressão, aumento da flacidez e perda de elasticidade da pele, aparecimento de estrias, pele fina e desidratada dentre outros.

Para que você tenha resultados expressivos em pouco tempo é essencial que você consuma a quantidade mínima de 8 gramas por dia assim, o envelhecimento da pele tende a diminuir, amenizando linhas de expressão, rugas, manchas e muito mais.

Para conhecer o colágeno hidrolisado Sachets com 10 gramas de colágeno mais 12 vitaminas e minerais, clique aqui.

10. Já ouviu falar de luz pulsada?

A luz pulsada, além de dar viço e luminosidade, estimula a produção de colágeno e melhora a textura da pele. Deve ser feita por profissionais experientes, assim procure indicações e conheça o local antes de realizar este ou qualquer procedimento

11. Acalme! Fuja de situações de estresse

Inevitável nos dias de hoje, ficar estressado não só traz problemas emocionais com também traz problemas em nossa pele: devido ao aumento dos radicais livres e uma série de alterações hormonais, a derme pode começar a apresentar rugas e linhas de expressão mais evidentes.

Procure não se desfazer dos seus momentos de lazer e sempre que possível dedique aquele momento para você e para seu corpo.

12. Experimente usar Laser

O laser é excelente para o rejuvenescimento facial além do tratamento de rugas, cicatrizes de acne, cicatrizes cirúrgicas e estrias.

E aí, gostou dicas ou ainda está com alguma dúvida? coloque suapergunta nos comentários abaixo que vamos respondê-la o mais breve possível. 😊


Unhas Fracas. Saiba o que elas escondem e por que é tão importante cuidar disso.

Saiba aqui, o que escondem as unhas fracas e quebradiças e como resolver de vez esse problema!

Quantas vezes aquela unha quebrada arruinou a ida na manicure que você tinha acabado de fazer? E então surge o dilema: cortar todas de uma vez, tentar colar ou deixar para lá?

Mas agora chega! Estamos cansadas de unhas fracas e rachadas. Por isso pesquisamos as principais causas de fragilidade das unhas, para resolver e acabar com esse problema de uma vez!

O primeiro passo para tratar unhas fracas quebradiças de forma eficiente é reconhecer o motivo da fraqueza. Há problemas externos (como produtos químicos que entram em contato com suas unhas, por exemplo) e problemas internos (falta de cálcio ou vitaminas) que podem danificá-las ou enfraquecê-las.

 

Unhas Fracas e Quebradiças
Unhas Fracas e Quebradiças

O que pode ser?

Anemia

Segundo o site Beleza e Saúde uma famosa causa de unhas fracas é a anemia, isto é, a ausência de glóbulos vermelhos no sangue. A anemia provoca uma alteração na distribuição de nutrientes do corpo, pois os glóbulos vermelhos são responsáveis por carregar vitaminas e minerais para o organismo. Com sua ausência, as vitaminas e minerais necessários para a estrutura das unhas não chegam onde precisam.

Problemas de absorção intestinal ou alimentação inadequada

Também podem ser causas de unhas fracas e quebradiças. A alimentação interfere diretamente no equilíbrio do organismo e prejudica o fornecimento de nutrientes. A vitamina D é a responsável pela absorção de cálcio e sua ausência faz com que osso e unhas se tornem mais frágeis. Por isso, uma alimentação rica em ferro (como carne vermelha, ovo e soja), vitaminas do complexo B (limão, mamão e pera) e zinco (nozes, ostras e caranguejo) faz toda a diferença!

Doenças dermatológicas

Como o líquen plano, micose ou dermatite. O ideal em casos tão específicos é primeiramente tratar a doença e mais tarde aplicar qualquer tipo de tratamento.

Acetona

Já a principal fonte de problemas externos das unhas fracas é a acetona. O produto na verdade é bem abrasivo, portanto, saiba diferenciá-lo do removedor de esmalte. Além de deixar as unhas fracas, a acetona pode causar manchas.

Produtos de limpeza

O contato constante com produtos de limpeza também fragiliza as unhas, pois são capazes de ressecá-las de acordo com o site Beleza e Saúde. Utilizar luvas para manusear produtos químicos é a melhor solução.

Maus hábitos

Você sabia que alguns de seus hábitos diários que passam despercebidos podem danificar o crescimento de suas unhas? Por mais sutil que possa parecer, bater a ponta dos dedos em superfícies duras prejudicam sua estrutura e facilitam a quebra, assim como roer as unhas.

Unhas Fracas e Quebradiças

Alicate e outros materiais

Caso você vá ao salão de beleza, fique atenta quanto a higiene dos materiais de manicure. Unhas possuem estruturas sensíveis, e materiais compartilhados podem acabar transmitindo infecções e doenças como a micose. Sendo assim, algumas pessoas preferem levar seu próprio material ao salão de beleza. Porém não se esqueça de higienizá-lo da mesma maneira, pois ainda há riscos de pegar infecções bacterianas. É recomendado utilizar um sabonete antisséptico ou álcool para fazer a limpeza após o uso.

Esmalte

Aquele esmalte lindo que você adora também pode ser um probleminha… O esmalte é um solvente, e é capaz de dissolver as células das unhas, fazendo com que se tornem mais quebradiças.

Falta de proteção

Sim, todas nós odiamos as cutículas. Porém, por mais feias que sejam, elas servem como proteção contra vírus e bactérias e são essenciais para a saúde das unhas. Uma boa dica é utilizar um creme removedor e retirar apenas o excesso, mas não ir tão profundamente.

Unhas postiças

Muitas mulheres se esforçam para ficar com unhas compridas, fazendo com que recorram a unhas postiças de gel ou de porcelana. Na verdade, não faz mal nenhum além de aumentar as chances de micose, por conta da falta de contato com o ar. O que realmente irá prejudicar no caso das unhas postiças é o processo para retirá-las, principalmente as de gel que precisam de acetona.

Como eu posso deixar minhas unhas fracas, mais resistentes?

Existem remédios preparados especialmente para fortificar as unhas fracas, com composições ricas em queratina. Contudo, apenas uma dermatologista pode auxiliar cada paciente e indicar o melhor remédio para cada caso.

Se você não quer recorrer a remédios ou tratamentos farmacêuticos, há maneiras eficazes e práticas de auxiliar o fortalecimento das suas unhas em casa. Óleos a base de ureia contém grande poder hidratante e consequentemente irão fornecer uma hidratação na raiz e cutículas.

Fórmulas caseiras também podem ser de grande ajuda. Uma boa alternativa é aplicar chumaços de algodão com suco de laranja, suco de tomate, azeite ou limão e deixar sobre as unhas durante aproximadamente dez minutos. Em seguida lavá-las com água abundante.

Como resolver as unhas fracas?
Unhas Fracas e Quebradiças

E por que é que algumas unhas são mais propensas a serem quebradiças?

Apesar de tudo isso que você leu aí em cima, a falta de vitaminas é a principal causa de unhas fracas ou quebradiças. A alimentação auxilia na ausência de vitaminas sim, mas em alguns casos só isso não funciona. Suplementos vitamínicos podem ser uma opção para nutrir a raiz e ajudar no crescimento, mas e se nem isso funcionar?

Nossas unhas são recobertas por uma proteína chamada queratina. A resistência de cada uma vai depender de reações químicas presentes nas próprias unhas, que fazem com que as fibras de queratina permaneçam unidas.

Mas além da queratina há a biotina (vitamina B7). As duas juntas atuam para fixar os sais minerais e vitaminas, responsáveis pela saúde das unhas. Ou seja, quanta maior a quantidade de minerais e vitaminas estão fixados nas unhas, mais forte, bonita e saudável ela crescerá.

A maneira mais eficiente de se certificar de que a biotina e a queratina estão fortes e resistentes é a ingestão de colágeno hidrolisado. A proteína é produzida pelo nosso corpo até os 30 anos e depois entra em declínio gradativo, tornando necessária a suplementação. Além de auxiliar na estrutura das unhas, o colágeno deixa cabelos e pele mais bonitos, além de fortalecer cartilagens, ligamentos e tendões.

Fique atenta quanto ao consumo de vitaminas e minerais no seu dia-a-dia. Para regular sua alimentação e saber mais, confira nosso post sobre Vitaminas do Complexo B, aqui.

Agora você sabe como a ingestão de colágeno é importante. Quer conferir seus benefícios e trabalho no nosso organismo? Saiba aqui.

Mais colágeno, mais ácido hialurônico

Novidades e mais novidades…. Cada dia que passa um novo produto chega ao mercado prometendo revolucionar a nossa vida. Mas será que realmente fazem o que prometem?

A bola da vez é o ácido hialurônico, que promete preencher as linhas incômodas e revitalizar a pele do rosto através da estimulação de colágeno.

ácido hialurônico
ácido hialurônico

OK, mas o que é o ácido hialurônico?

Sabe aquela ruga que você notou no espelho? Ela aparece porque o seu organismo está deixando de produzir as substâncias que proporcionam a elasticidade da pele, como o colágeno e as fibras elásticas. E é aí que entra o ácido hialurônico. Ele é uma molécula capaz de reter alta quantidade de água e é usado para preencher os espaços entre as células, reduzindo sulcos na pele, rugas e linhas de expressão. Ele é injetado em algumas áreas do rosto para aumentar a umidade da pele, proporcionando uma pele hidratada, firme e lisa e ajudando a prevenir o envelhecimento precoce.

Parece um conto de fadas para quem busca resultados imediatos, mas muitas vezes, uma técnica invasiva e dolorosa não é, nem de longe, a melhor solução. Existem outros produtos que ativam a produção do ácido hialurônico no organismo de forma natural e produzem MUITO mais benefícios para você. É o caso do colágeno.

ácido hialurônico
Como o colágeno ativa a produção do ácido hialurônico?

Como o colágeno ativa a produção do ácido hialurônico?

O colágeno estimula a produção do ácido hialurônico no organismo. Este por sua vez, aumenta a umidade da pele e preenche os espaços entre as células. Sem injeções ou grandes procedimentos, apenas um copo de água, uma colher e um sachê. É só diluir o pó em um copo de água fria e pronto. Você tem uma deliciosa bebida e um alimento funcional altamente nutritivo pronto para beber, em qualquer hora, em qualquer lugar. Simples, não é?

Pense comigo: se você utiliza o ácido hialurônico para preencher aquele espaço e retirar suas rugas, imagine as vantagens de usar colágeno. O colágeno vai nutrir o seu corpo de forma infinitamente mais ampla. Vai amenizar o aspecto das rugas, prevenindo o aparecimento de novas, vai fortalecer seus cabelos e unhas, recuperar músculos e articulações, além de inúmeros outros benefícios om resultados em pouco tempo. E tudo isso por um valor muito mais baixo!

ácido hialurônico
O colágeno estimula a produção do ácido hialurônico no organismo.

Mas fique atenta, quando for comprar, confira o colágeno que está comprando e a procedência do produto. Existem inúmeros tipos de oferta de colágeno no mercado – em cápsula, em pó, na forma de bala – mas o que você talvez não saiba é que a maior parte delas não oferece a quantidade mínima de colágeno recomendada por dia. Além disso, nem todo colágeno é de boa qualidade. Na hora de pesquisar, certifique-se de estar levando pra casa peptídios de colágeno, que são um tipo de colágeno de melhor absorção no organismo, e por isso mesmo, com efeitos mais rápidos.

  • Estimula a produção de ácido hialurônico
  • Suaviza rugas e linhas de expressão
  • Hidrata e firma a pele
  • Auxilia na redução do estresse
  • Melhora a qualidade de vida
  • Previne o envelhecimento precoce
  • Cabelos saudáveis, brilhantes, sedosos e sem queda
  • Unhas fortes e bonitas
  • Pele firme e hidratada
  • Fortalece as unhas
  • Auxilia o controle de peso
  • Melhora a disposição
  • Aumenta a produção de neurotransmissores
  • Possui ação antioxidante de alta eficiência
  • Alivia dores nas articulações e músculos
  • Auxilia a regeneração muscular e das articulações
  • Aumenta a força e a massa magra corporal

Sentiu a diferença? Agora imagine tudo isso na sua pele. No seu corpo. Por isso, da próxima vez que ouvir falar sobre ácido hialurônico e bater aquela vontade de testar a novidade, pense se realmente vale a pena entrar na onda do momento. Além de caro, seus efeitos são concentrados ao local de aplicação, enquanto o colágeno age no corpo todo, de dentro pra fora.

Se quiser conhecer um pouco sobre o colágeno hidrolisado, multivitamínico e minerais Sachets, clique aqui.

Osteoporose – 6 fatos que você precisa saber

Osteoporose – 6 fatos que você precisa saber

Não basta viver muito. É preciso viver com qualidade. A expectativa de vida no Brasil e no mundo, como se sabe, cresce anualmente. Com o envelhecimento progressivo da população no Brasil, surgem novas demandas e mais preocupações.

Um dos males que mais acomete os idosos mundo afora é a osteoporose, doença caracterizada pela perda da massa óssea e, consequentemente, pela fragilização dos ossos, aumentando o risco de fraturas e prejudicando a locomoção.

De acordo com a Fundação Internacional de Osteoporose, a enfermidade acomete cerca de 10 milhões de pessoas no Brasil, número que cresce com o envelhecimento da população. No entanto, a maioria dos afetados ignora que possui a doença. Selecionamos 6 fatos – alguns mais conhecidos, outros nem tanto – sobre a osteoporose que você precisa conhecer.

A osteoporose afeta ambos os sexos.
A osteoporose afeta ambos os sexos.

 

A osteoporose afeta ambos os sexos.

Cerca de 25% das mulheres com mais de 50 anos ou que já passaram pela menopausa são acometidas pela osteoporose, ao passo que cerca de 10% dos homens na faixa etária de 65 anos sofrem com a doença. Outros perfis de pessoas, como as mais jovens, também estão vulneráveis.

Queda de hormônios, ossos mais frágeis.

A cada ciclo de 7 a 10 anos, o corpo faz uma renovação de toda a estrutura óssea. A osteoporose acaba prejudicando essa nova formação por efeito das células que fazem a reabsorção óssea e daquelas que são responsáveis pela formação óssea. A falta de estrogênio (no caso das mulheres) e a falta de testosterona nos homens são fatores que aumentam essa reabsorção e, consequentemente, tornam os ossos mais frágeis.

Infância saudável, riscos reduzidos.
Infância saudável, riscos reduzidos.

Infância saudável, riscos reduzidos.

Uma pessoa que manteve uma alimentação rica em cálcio, vitamina D e ômega 3 durante a infância e a adolescência terá menos riscos de desenvolver osteoporose na fase adulta. Lembrando que a vitamina D é responsável pela absorção de cálcio pelo organismo.

Se expor ao sol nos horários corretos evita a osteoporose e até outras doenças
Se expor ao sol nos horários corretos evita a osteoporose e até outras doenças.

Sol do bem.

Além da alimentação, a exposição moderada ao sol (antes de 9h e após às 15h) é benéfica e ajuda a evitar a osteoporose e outras doenças. Cerca de 90% da vitamina D presente no nosso organismo é obtida a partir da exposição ao sol; apenas 10% vem da alimentação.

Vida ativa.

A fisioterapia oferece um trabalho de fortalecimento do músculo, ajudando a prevenir possíveis deformidades e fraturas ósseas, além de melhorar a coordenação e o equilíbrio do paciente, evitando quedas. Consulte o seu médico para saber qual atividade física (pilates, aeróbica ou outra) é a mais recomendada para você.

A suplementação é extremamente importante para prevenir os efeitos da osteoporose
A suplementação é extremamente importante para prevenir os efeitos da osteoporose

A importância da suplementação.

Dependendo da quantidade de vitamina D presente no organismo e da urgência em repô-la, pode ser necessário recorrer à suplementação. O colágeno em associação com a vitamina D e outros nutrientes beneficia não somente os ossos, mas os músculos, tendões e articulações, contribuindo para a manutenção de uma vida saudável na terceira idade, minimizando desconfortos e evitando a osteoporose. Consulte o seu médico e faça exames regularmente.

 

Agradecemos os seguintes profissionais por contribuírem com a elaboração deste blog post: Thatiane Costa Silva (endocrinologista), Carolina Pedroza (nutricionista) e Felipe Morais (fisioterapeuta).

Queda de Cabelo – O que você precisa saber.

Os cabelos, assim como as unhas e a pele, constituem o nosso cartão de visita e interferem na nossa autoestima. Por isso, a queda de cabelo é um fantasma que assombra a maioria dos homens e mulheres.

A genética, a testosterona, os fatores emocionais e o uso de tintura e química são alguns dos fatores responsáveis pela calvície. Coisas aparentemente inofensivas, como o uso excessivo de elásticos e grampos, também podem contribuir para o enfraquecimento dos fios.

O nascimento e a queda de cabelo fazem parte de um ciclo. Primeiro, os fios crescem, depois repousam e, ao ficarem fracos, caem, dando espaço para novos fios nascerem e iniciando um novo ciclo de crescimento, repouso e queda. Quando há predisposição genética e ação hormonal, o que acontece principalmente entre os homens, os fios não crescem. Conheça os fatores que levam a perda de cabelos e como solucionar esse problema.

A culpa (também) é da genética.

A alopécia androgenética (AAG) é caracterizada pela queda gradual e contínua de cabelo. Os fios de cabelos passam por três fases: crescimento, repouso e queda, dando espaço para novos fios nascerem. Pessoas com predisposição genética e ação hormonal não apresentam o crescimento de novos fios.

queda de cabelo

Homens tendem a sofrer mais com a calvície.

Isso acontece porque a queda de cabelo está ligada à produção de testosterona, hormônio predominantemente masculino e produzido em baixa escala por mulheres. Ao atingir a raiz do cabelo, a testosterona sofre a ação de uma enzima. Por sua vez, esta ativa substâncias que reduzem a velocidade de multiplicação das células da raiz. Consequentemente, o cabelo se torna mais fino e seu crescimento fica mais lento.

Usar rabo de cavalo e coque em excesso é prejudicial.

Prender os cabelos frequentemente com elásticos e grampos pode enfraquecer a raiz, provocando tensões ao puxar o cabelo e fazer força para amarrá-lo. Além de deixar a raiz mais fragilizada, pode fazer com que o fio se parta ao meio.

queda de cabelo

Problemas hormonais e estresse interferem.

Alterações hormonais contribuem para a queda de cabelo. Se as glândulas endócrinas (tireóide, suprarrenal e hipófise) não estiverem funcionando normalmente, o organismo fica desregulado e acaba dificultando a chegada dos nutrientes ao folículo capilar. O estresse, por sua vez, desloca os nutrientes necessários para o desenvolvimento de fios fortes e saudáveis para a geração de energia. Com isso, há perda de vitaminas e minerais e aumento do nível de cortisol no organismo. Esse hormônio desacelera a divisão celular na raiz, aumentando a quantidade de fios perdidos. O estresse também provoca dermatites no couro cabeludo.

queda de cabelo

O momento certo de procurar ajuda profissional.

Normalmente, perdemos cerca de 100 a 150 fios por dia. Se você está notando tufos de cabelos no travesseiro, nas blusas e/ou nos braços, sendo que não está acontecendo a substituição normal dos fios, é hora de procurar tratamento.

Manter uma vida saudável ajuda a evitar a queda de cabelo.

Investir em uma alimentação balanceada, saudável e rica em vitaminas e minerais; levar os cabelos pelo menos três vezes por semana, evitando o couro cabeludo oleoso; enxaguar os cabelos retirando excesso de shampoo e condicionador; prender o cabelo apenas quando estiver seco e evitar o estresse e praticar atividade física com regularidade para melhorar a circulação sanguínea são atitudes que ajudam a combater a queda de cabelos.

Alimentação rica em nutrientes é indispensável.

A ingestão de alimentos ricos em sais minerais como zinco, cobre e manganês, assim como as vitaminas A, Biotina, C e E, ômegas 3 e 6 e aminoácidos, entre outros, são essenciais para a formação e fortificação dos fios capilares. O processo de nutrição, oxigenação e estimulação do aparelho pilo sebáceo auxilia muito o crescimento dos fios. Além disso, é de suma importância manter a hidratação do organismo com bastante água.

O colágeno, assim como as demais proteínas, também é fundamental para promover o crescimento saudável dos cabelos, deixando os novos fios mais fortes, hidratados e brilhantes, bem longe do aspecto quebradiço e sem vida.

Quer saber mais sobre com as vitaminas e minerais em associação com o colágeno podem deixar seus cabelos, pele e unhas mais bonitos? Clique aqui.

 

Agradecemos ao dermatologista Lucas Miranda, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, por contribuir com seus conhecimentos sobre calvície neste blog post.

Sol: Vilão ou Mocinho? Conheça os prós e os contras

Afinal, o sol faz bem ou mal para a saúde? Eis uma dúvida que atormenta muitas pessoas e divide profissionais da área de saúde. Sabe-se que, por um lado, a exposição em excesso e inadequada ao sol representa um grande risco à saúde da pele de muitas pessoas, especialmente as mais claras, que podem desenvolver câncer de pele. Por outro, o sol é responsável por 90% da vitamina D presente em nosso organismo. E a falta de vitamina D gera problemas.

vitamina d
A exposição ao sol é responsável por 90% da obtenção de vitamina D

Quanto mais clara for a pele de uma pessoa, maiores são as chances de desenvolver câncer de pele, risco que não isenta pessoas com outros tons de pele. Assim, pessoas com a pele, cabelos e/ou olhos claros precisam se cuidar mais, fazer o uso do protetor solar regularmente e se expor ao sol preferencialmente antes de 9h e após às 15h por tempo limitado. Isso mesmo, se expor ao sol. Essas pessoas ficam divididas entre o risco de desenvolver um câncer de pele e a possibilidade de não ingerir quantidade suficiente de vitamina D. Afinal, o uso do protetor solar, embora seja necessário, impede a entrada desse nutriente no nosso corpo.

vitamina d
O uso de filtro solar previne o câncer de pele

Por desempenhar diversas funções no organismo e ser responsável pela absorção do cálcio, a falta de vitamina d está relacionada a doenças como raquitismo na infância e osteoporose na terceira idade, além de doenças reumáticas (artrite, artrose), doenças cardiovasculares, diabetes, depressão e alguns tipos de câncer.

Peixes como sardinha, cavala e salmão e óleo de fígado de bacalhau são ricos em vitamina D. Como a alimentação é responsável por apenas 10% da absorção desse nutriente pelo organismo, há especialistas em saúde que recomendam a suplementação para que não ocorra a falta de vitamina D. Por isso, consulte seu médico ou nutricionista e verifique qual é a melhor solução para você.

Estresse: 5 práticas que evitam e muito os sintomas!

Estresse: 5 práticas que evitam e muito os sintomas!

Estresse, uma das principais queixas da humanidade. Afinal, todos nós estamos sujeitos a inúmeras pressões no trabalho, na família e na vida social. Soma-se a isso o bombardeio de informações, 24 horas por dia, o que torna as pessoas cada vez mais ansiosas e, consequentemente, estressadas.

Será que é possível evitar o estresse? Ou melhor: controlá-lo? Como? É consenso entre especialistas que certas mudanças de hábitos, mesmo as mais simples, podem aliviar os sintomas de estresse. Selecionamos as principais.

  •  Faça Caminhadas

evitar-o-stress

Se você ainda não caminha, comece caminhando 10 minutos por dia e, com o tempo, vá aumentando a frequência. A caminhada ajuda a limpar a sua mente e a impulsionar as endorfinas, o que proporciona a sensação de bem-estar. Caminhe preferencialmente em algum parque ou em áreas verdes da sua cidade.

  • Respire fundo

Isso mesmo, simples assim: respire fundo. Exercícios de respiração deixam você mais relaxado, uma vez que o seu cérebro recebe uma mensagem que faz com que seu corpo reduza as tensões e assim o estresse.

  • Fique longe das telas

Passar longas horas em frente ao computador ou tablet é inevitável. Eis uma das principais causas do estresse diário. Fazer pausas frequentes durante o dia de trabalho ou estudo e desligar o computador pelo menos uma hora antes de ir dormir podem ser medidas eficazes contra o estresse.

  • Pratique Relaxamento Muscular Progressivo

evitar-o-stress

Comece com os dedos dos pés e vá subindo pelo seu corpo: aperte os músculos dos pés, o mais forte que você conseguir, e em seguida relaxe-os. Vá subindo pela sua perna, apertando e relaxando cada músculo até chegar ao seu rosto. Pode parecer bobagem, mas essa prática pode ajudar a reduzir a ansiedade e o estresse, sendo frequentemente recomendada para pacientes que sofrem com transtornos de ansiedade e depressão.

  • Execute Trabalhos manuais.

Movimentos repetitivos, como as habilidades motoras usadas para tricotar e fazer artesanatos, bijuterias ou ponto-cruz, por exemplo, podem aliviar a ansiedade.

Todo mundo (acha que) é nutricionista. E agora?

Todo mundo (acha que) é nutricionista. E agora?

É o chef do programa de TV, a ex-participante de reality show e a musa fitness das redes sociais. Ultimamente, todo mundo fala, age e posta como se fosse nutricionista. E agora?

No último Dia do Nutricionista, pude verificar pelas redes sociais, em meio aos parabéns e felicitações a esses profissionais, alfinetadas direcionadas às pessoas que não possuem formação em Nutrição, mas que se comportam como tal. Por meio da hashtag #eutenhoCRN, muitos profissionais defenderam seu ofício e alertaram sobre quem é e, principalmente, quem não é nutricionista. Um outro post era ilustrado com a imagem de Albert Einstein acompanhada de uma sarcástica frase: “ser nutricionista é tão bom que todo mundo acha que é”.

Na era das redes sociais, dos memes e da descentralização da informação, imagens falam mais do que mil palavras. Neste contexto, raros são os profissionais da Nutrição que não possuem perfis nas redes sociais ou alguma presença digital. Por meio do Instagram, rede que cresceu exponencialmente nos últimos anos, há profissionais sérios e respeitados que compartilham um pouco do seu conhecimento em meio aos registros de passeios, treinos, refeições e preparo de receitas. E tudo bem – desde que se aja com ética, competência e profissionalismo.

Enquanto isso, há um sem-número de blogueiras e youtubers – também conhecidas como digital influencers – que publicam imagens e vídeos praticando exercícios físicos, cozinhando e se alimentando. Atrás delas, há um séquito de seguidoras em busca de um shape mais magro e definido. Entre as blogueiras mais requisitadas, há quem fature R$200 mil por mês!

Este fenômeno provoca muitas reflexões e questionamentos. É positivo ou não? Quais são os impactos? As informações publicadas pelas influencers possuem respaldo científico?

Por um lado, as influencers que não possuem formação na área de saúde não são vistas com bons olhos. Os Conselhos de Educação Física e de Nutrição recebem reclamações de pessoas que passaram mal após consumirem alimentos indicados por blogueiras, dentre outras acusações.

Por outro lado, as digital influencers do meio fitness podem inspirar pessoas que querem adotar um estilo de vida mais saudável, o que é mais do que bem-vindo. No entanto, mesmo que as informações sobre vida saudável possuam respaldo científico, o bom senso continua em alta.

Quem planeja voltar a praticar atividades físicas após um longo período de sedentarismo precisa consultar um médico antes, preferencialmente um cardiologista. Quem tem problemas nas articulações ou na coluna deve visitar um ortopedista. Quem deseja executar manobras complexas na musculação, pilates ou ioga deve fazê-lo sob a supervisão de um profissional especializado. Quem pretende seguir uma dieta, seja com o objetivo de emagrecer, ganhar massa magra e/ou mais saúde, deve procurar um nutricionista – e não seguir dietas da moda que prometem resultados a curto prazo. Afinal, não há post ou vídeo que substitua uma consulta ou orientação presencial e contínua com um bom profissional.